2 de dez de 2007

Não...
























ainda não percebi
porque uns dias te adoro
e outros não

há alturas que te quero
muito, muito
outras vezes não

adoro ver-te sorrindo
quando me mostras
todo o teu carinho
e a tua dedicação

a isso não consigo
dizer que não!

.