13 de dez de 2007


Adorava saber onde ando?
A minha razão diz que estou aqui
O meu coração diz que não.
Procuro-me
Entre as saudades
E os meus desejos de
Ter outra vez só para mim.
Procuro-me
Nos devaneios da minha imaginação
Na ansia do meu prazer
Do querer
Procuro-me
Mas por onde ando?
Não sei!!